Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Audiência discute licenciamento para contorno ferroviário de Apucarana

Audiência discute licenciamento para contorno ferroviário de Apucarana

por Administrador publicado 14/12/2015 18h44, última modificação 08/04/2016 19h57
Reunião será realizada nesta quarta-feira (16), a partir das 19 horas, na Câmara Municipal de Apucarana

O Instituto Ambiental do Paraná (IAP), órgão vinculado à Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sema), realiza nesta quarta-feira (16/12), a partir das 19 horas, na Câmara Municipal de Apucarana, audiência pública para discussão do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e Relatório de Impacto (RIMA) do projeto de implementação do contorno ferroviário e novo pátio de manobras.

As iniciativas visam solucionar conflitos gerados pelo traçado da atual ferrovia, que atravessa toda a extensão norte-sul da sede urbana de Apucarana, e assim dinamizar o sistema de transporte ferroviário da região. A audiência é uma exigência do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), responsável pelo convênio. O debate será aberto a toda pessoa interessada, sobretudo das cidades de Apucarana, Califórnia e Arapongas.

Além de esclarecer pontos dos estudos técnicos, a audiência vai coletar sugestões com a finalidade de subsidiar o processo de Licenciamento Ambiental do empreendimentos. Apucarana já dispõe dos estudos e também já concluiu o projeto executivo de engenharia, em um investimento na ordem de R$4 milhões.

Orçado em R$129 milhões no ano de 2008, especialistas apontam que com valores atualizados os empreendimentos (contorno e pátio) poderiam chegar hoje à casa do meio bilhão de reais. Cópias do EIA e do RIMA, documentos que contém todas as informações relativas aos projetos, estão disponíveis para consulta prévia nos portais de Transparência do IAP e da Prefeitura de Apucarana. “Também há a possibilidade de acesso ao material impresso, basta o interessado procurar as secretarias de Meio Ambiente das prefeituras ou bibliotecas públicas de Apucarana, Califórnia e Arapongas, campus Apucarana da UTFPR, Ministério Público do Meio Ambiente de Apucarana ou ainda o Conselho Municipal do Meio Ambiente de Apucarana (COMMAP)”, orienta Éwerton Pires, secretário de Meio Ambiente de Apucarana.