Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Audiência pública debate na Câmara orçamento de Apucarana para 2012

Audiência pública debate na Câmara orçamento de Apucarana para 2012

por Administrador publicado 01/12/2011 14h02, última modificação 08/04/2016 19h57
Uma audiência pública será realizada nesta quinta-feira (01), a partir das 18 horas, na Câmara de Apucarana, para debater o Projeto de Lei 228/2011, que trata sobre o orçamento de 2012.

O projeto estima em R$ 174.285.117,40 para o ano que vem e, a partir da audiência pública, fica aberto o prazo para que os vereadores possam apresentar emendas. “Nós gostaríamos que a população acompanhasse a audiência pública, que mais do que uma exigência legal é também uma oportunidade para ver onde e como vão ser aplicados os recursos do povo de Apucarana”, afirma o presidente da Câmara, Alcides Ramos Júnior (DEM).

De acordo com o projeto, a Autarquia Municipal da Saúde vai ter a maior verba orçamentária, com R$ 53.755.649,00, seguida pela Autarquia Municipal de Educação, com R$ 41.325.900,00. Para a Secretaria de Obras e Serviços Públicos há previsão de R$ 20.100.068,40, enquanto para a Secretaria de Gestão Pública a previsão orçamentária é de R$ 14.081.400,00 e para a Secretaria da Fazenda, R$ 11.888.000,00. O Gabinete do Prefeito tem uma previsão orçamentária da ordem de R$ 2.180.000,00. A menor destinação orçamentária ficou com a Gerência da Cidade, com R$ 5.000,00. O orçamento previsto para a Câmara de Apucarana em 2012 está estimado em R$ 6.128.000,00.

No resumo, o projeto especifica a previsão de arrecadação para 2012 da seguinte forma: receita tributária, R$ 30.164.100,00; receita de contribuições, R$ 3.870.000,00; receita patrimonial, R$ 4.562.618,40; receita agropecuária, R$ 10.000,00; receita de serviços, R$ 795.500,00; transferências correntes, R$ 135.162.749,00 e outras receitas correntes, R$ 11.504.150,00. O total das receitas correntes é estimado em R$ 186.069.117,40, mas há uma previsão de dedução de R$ 12.030.000,00, o que torna o saldo final em R$ 174.285.117,40. Os vereadores precisam discutir e votar o orçamento antes de a Câmara entrar em recesso, no dia 20 de dezembro. O projeto é votado em sessão extraordinária, sendo que o orçamento precisa ser a única matéria na pauta.

------
1-12-11