Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Câmara aprova projeto que permite instalação de eliminador de ar em hidrômetros

Câmara aprova projeto que permite instalação de eliminador de ar em hidrômetros

por Depto. Imprensa publicado 09/04/2019 18h11, última modificação 09/04/2019 18h11
O projeto, de autoria do vereador Lucas Leugi, foi aprovado por unanimidade dos vereadores
Câmara aprova projeto que permite instalação de eliminador de ar em hidrômetros

Sessão Ordinária no Anfiteatro do Colégio São José

Em sessão ordinária realizada na tarde desta segunda-feira (08/04), no Anfiteatro do Colégio São José, em Apucarana, a Câmara de Vereadores aprovou, por unanimidade e em primeira votação, o projeto de lei nº 07/2019, de autoria do vereador Lucas Ortiz Leugi, que dispõe sobre instalação de equipamento eliminador de ar na tubulação e/ou encanamento, que antecede os hidrômetros, do sistema de abastecimento de água.

Segundo o vereador Lucas Leugi, a falta de água é constante em Apucarana e os moradores tem reclamado diariamente do problema. “Além da falta de água, muito ar acaba entrando na rede e passando pelo hidrômetro. Os ponteiros giram como se houvesse consumo de água, mas na verdade é ar, e quem paga é o consumidor. Os prejuízos são muitos”, explicou.

Na justificativa o vereador destacou que o projeto vida dar maior proteção ao consumidor, evitando-se que exista gasto com produtos/ou serviço que sequer foi consumido. “O intento é que com a sanção ou promulgação desta lei os consumidores de nosso município deixem de ter prejuízos que chegam até 35% da conta de água, vide estudo realizado pela Escola Federal de Engenharia de Itajubá – MG”, detalhou.

A instalação poderia ser realizada tanto pela concessionária do serviço de abastecimento de água, no caso a Sanepar, quanto as empresas que comercializam o equipamento. Já os custos são de responsabilidade do consumidor.

O presidente Luciano Augusto Molina Ferreira, que conduziu a sessão, destacou que o projeto trará benefícios. “A reclamação é geral. O projeto vem beneficiar muitas pessoas. O consumidor que muitas vezes paga o ar ao invés de agua, com o equipamento irá pagar somente a água que recebe”, disse Molina. Os demais vereadores votaram favoráveis ao projeto e elogiaram a iniciativa.

Em terceira e última votação foi aprovado o projeto que proíbe o fornecimento de canudos confeccionados em material plástico em restaurantes, bares, padarias, mercados, quiosques, hotéis, ambulantes, estabelecimentos comerciais, inclusive em estabelecimentos da administração pública municipal. Ele foi aprovado com 9 votos favoráveis. A autoria do projeto é do vereador e presidente do legislativo, Luciano Augusto Molina Ferreira e do vereador Edson da Costa Freitas. O projeto teve o voto contrário do vereador Deco que argumentou que a proposta deve gerar aumento de custo para os comerciantes. Na cidade de Cianorte (Pr) o projeto, do mesmo teor foi aprovado por unanimidade dos vereadores.

Também em última votação foi aprovado o projeto do vereador Edson Freitas que revoga a Lei Municipal nº 092/2010, que concedeu o Título de Cidadão Honorário de Apucarana, ao ex-governador do Estado do Paraná, Carlos Alberto Richa.

De autoria do vereador Franciley Preto Godoi, Poim, foram aprovados os projetos de lei que concede o Diploma de Méritos em Tarefas Comunitárias a Sra. Aparecida Ferreira Machado Fenato e o Título de Cidadão Honorário ao Padre Paulo Adriano Amaral Fernandes.

SESSÃO ORDINÁRIA

A próxima sessão ordinária será realizada na segunda-feira (15/04), às 16 horas, na Câmara Municipal de Apucarana. A diretoria do Sesc, Senac e Sivana irá apresentar o Sistema S, aos vereadores.