Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / MARIA PONTIN DA SILVA – MULHER DESTAQUE 2019

MARIA PONTIN DA SILVA – MULHER DESTAQUE 2019

por Depto. Imprensa publicado 20/03/2019 12h31, última modificação 20/03/2019 12h31
A indicação foi feita pela vereadora MÁRCIA REGINA DA SILVA DE SOUSA
MARIA PONTIN DA SILVA – MULHER DESTAQUE 2019

Vereadora Márcia e a homenageada, Maria Pontin

A homenageada desta quarta-feira é MARIA PONTIN DA SILVA, Mulher Destaque indicada pela vereadora MÁRCIA REGINA DA SILVA DE SOUSA

 

Nascida em 01/01/1934, na cidade de São José de Morro agudo, veio para Apucarana em 1947 com 13 anos de idade. Filha de José Pontin e Druzolina Siena Pontin, de uma família de cinco irmãos. Casou-se com o Sr. José Batista da Silva, que foi funcionário da Prefeitura Municipal por 18 anos, com quem permaneceu casada por 47 anos. Trabalhou na roça, também em frigorífico e em um hotel.

Teve três filhos, sendo estes: José Batista da Silva Filho (in memoriam), Elídio Batista da Silva (in memoriam) e Aparecida Pontin. Tem seis netos: Luciano José da Silva, Paulo César Batista da Silva, Cristiano Aparecido Batista da Silva, Elídio Batista da Silva Junior, Cristiano Aparecido da Silva e Jaqueline Gomes e cinco bisnetos: João Vitor Batista, Mateus Miguel de Oliveira da Silva, Pedro Henrique Batista da Silva, Ana Julia Gomes e Emanoel Gomes.

Integrante do Grupo Conviver do João Paulo desde a sua fundação em 1984, sendo este o primeiro grupo no município de Apucarana. Esteve na coordenação do grupo por 15 anos. Atualmente quem coordena e sua filha. Participam atualmente 15 senhoras acima de 60 anos desenvolvendo um Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV).

As atividades desenvolvidas dentro do SCFV são: artísticas, culturais, de lazer e trabalhos manuais, dentre outras.

É uma forma de intervenção social planejada que cria situações desafiadoras, estimula e orienta os usuários na construção e reconstrução de suas histórias e vivências individuais, coletivas e familiares fortalecendo as relações familiares e comunitárias e a integração para a troca de experiências, valorizando o sentindo de vida coletiva.

É uma mulher simples na comunidade, mas dona de uma sabedoria imensurável, que com muita dedicação e criatividade tem acompanhado, orientado e ensinado ao grupo tudo o que sabe sobre trabalhos manuais, respeito, gratidão e amor ao próximo.