Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Advogado pede comissão processante contra prefeito

Advogado pede comissão processante contra prefeito

por Administrador publicado 05/08/2011 15h28, última modificação 08/04/2016 19h46
O advogado João Batista Cardoso encaminhou nesta quarta-feira (03) ao presidente da Câmara de Apucarana, vereador Alcides Ramos Júnior (DEM), pedido de instalação de uma Comissão Processante contra o prefeito João Carlos de Oliveira (PMDB),

com base na decisão da Justiça Eleitoral que determinou que o município suspenda a veiculação de propaganda que utilize a expressão “prefeito de Apucarana” ou que evidencie o nome de João Carlos, especialmente em material de divulgação ligado ao programa “Viva Apucarana”.

João Batista Cardoso é o autor da representação que originou a decisão da Justiça. No pedido encaminhado ao vereador Alcides, o advogado também anexou o texto da sua representação e também a decisão da juíza Márcia Pugliesi Yokomizo. Na sentença, a magistrada também mandou suspender o envio de torpedos por celular em que haja a citação “prefeito de Apucarana”. O advogado sustenta que o prefeito teria feito promoção pessoal com recursos do município e que, por isso, decidiu apresentar o pedido para que a Câmara faça uma investigação.

Alcides Ramos disse que irá encaminhar a solicitação para discussão no plenário da Câmara, que decidirá, então, se instaura ou não a Comissão Processante.