Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Escola Marcos Freire será reformada e ampliada

Escola Marcos Freire será reformada e ampliada

por Depto. Imprensa publicado 11/04/2019 12h31, última modificação 11/04/2019 12h31
Vereadores acompanharam a solenidade em que o prefeito Junior da Femac autorizou o início das obras

Na tarde desta quarta-feira (10/04), o prefeito Junior da Femac, assinou ordem de serviço para início das obras de reforma e ampliação em mais uma Escola Municipal de Apucarana. Desta vez a instituição de ensino que receberá melhorias de reforma e ampliação é a Senador Marcos de Barros Freire, no Jardim Ponta Grossa.

A solenidade, realizada no gabinete, contou com a presença do presidente do legislativo Luciano Molina e dos vereadores José Airton Deco de Araújo, Franciley Preto Godoi, Poim, Antônio Marques da Silva, Marcos da Vila Reis, Gentil Pereira e Lucas Leugi.

O investimento da obra, com recursos próprios do município, será de R$ 916.258,33.  Serão realizadas a revitalização das salas de aula com troca de forro, instalações elétricas e hidráulicas, a adequação dos sanitários, o remanejamento do setor de serviços e da área administrativa, melhorias no depósito de merenda e na cozinha, a troca do telhado e a renovação da quadra poliesportiva.

A ampliação terá a construção de lavanderia, sanitário para professores e adequações no setor de serviços. Todo o serviço será feito pela construtora Deka Ltda. que venceu a licitação e tem prazo de dez dias para começar a obra. 

A Escola Senador Marcos de Barros Freire possui 286 alunos matriculados atualmente, em turmas da educação infantil e dos anos iniciais do ensino fundamental. Eles são provenientes de diversos bairros, entre os quais Jardim Ponta Grossa, Jardim Ouro Verde, Jardim Alvorada, Jardim da Amizade, Jardim América, Jardim Marissol, Recanto Mundo Novo, Núcleo Dom Romeu Alberti, Núcleo Vale Verde, Núcleo Marcos Freire e Residencial Matias Hoffmann.

Construído em 1990, o prédio escolar já apresenta muitos problemas, entre eles rachaduras no pátio, salas de aula com infiltrações, sanitários precários, cozinha pequena, muros baixos e pintura antiga e desbotada.

A Prefeitura de Apucarana vem investindo sistematicamente na reforma e ampliação das unidades de ensino desde 2013. Das 60 escolas e creches que compõem a rede municipal, 50 receberam benfeitorias até agora, concluídas ou em andamento. O total aplicado ultrapassa a marca dos R$ 40 milhões.

“Estamos nos aproximando da meta que é revitalizar todos os prédios. Como professora da rede municipal de ensino há muitos anos, eu me sinto muito feliz de ver a transformação pela qual a educação apucaranense vem passando nesta gestão” disse a superintendente geral da Autarquia Municipal de Educação, Ana Paula Cunha, que representou no ato a secretária da pasta, Marli Fernandes.

O vereador José Deco de Araújo destacou que hoje os alunos têm oportunidades iguais de aprendizagem. “Quando criança, eu tinha o sonho de estudar em uma escola da área central da cidade, porque o ensino lá era melhor do que aquele que nós recebíamos no bairro. Mas, as coisas mudaram muito. Na administração do Beto Preto e do Junior da Femac, todas as unidades de ensino têm os mesmos materiais didáticos, currículo e merenda” afirmou.

“Eu sempre digo que a educação é a base e está no caminho certo o governo que investe nela” completou o presidente do legislativo municipal, Luciano Molina.

O prefeito Junior da Femac está completando cem dias no comando da Prefeitura de Apucarana. Ele fez um breve balanço do período. “Nos primeiros meses do ano, nós já liberamos mais de R$ 10 milhões em obras, inauguradas ou em fase de ordem de serviço, para a comunidade. O maior investimento foi na área da educação, que consideramos prioridade pelo fato de ser capaz de transformar a vida das pessoas. Mas, agora que estamos concluindo a reforma dos prédios escolares, nós pretendemos melhorar também a estrutura da saúde” adiantou.

Participaram ainda da assinatura de ordem de serviço no gabinete municipal, a chefe do Núcleo Regional de Educação, Cristiane Pablos Rossetti e secretários municipais.

 Foto: Profeta (PMA)